Abrir Escritório De Decoração Não É Difícil

Abrir Escritório De Decoração Não É Difícil


Muitos profissionais formados ou recém-formados em arquitetura ou design de interiores, trabalham em outras áreas, ou prestam serviços a outras empresas. Vivem procrastinando a abertura do seu novo negócio.

Se você deseja realizar o seu sonho de abrir um escritório de decoração, neste post, a Celmar resolveu falar sobre como você pode dar os primeiros passos rumo a um novo tempo na sua vida profissional.

 

Saiba escolher o local



Antes de começar,  é relevante definir o seu local de trabalho. Esse item depende do capital disponível para iniciar seu negócio e, também, do seu perfil profissional.

Se você tem algum dinheiro para investir em uma sala comercial, busque um local que seja agradável para receber seus clientes e, também, adequado para o trabalho do dia-a-dia.

Agora, caso você não tenha este dinheiro para investir, você pode trabalhar em casa mesmo, no sistema home-office. Quando precisar se reunir com algum cliente, pode alugar algum coworking.

Essa questão também é bem variável de acordo com seu perfil profissional: se você é daqueles que precisam de um local exclusivo para o trabalho, uma sala comercial te é essencial. Agora, se você é mais produtivo em casa, o home-office combina mais com você.

Pense bastante nos sócios [ou não] do escritório

Você já cogitou a possibilidade de alguma sociedade com outro profissional? Existem algumas possibilidades quando se fala em sócios, eles podem ser:

  • Profissionais de arquitetura: que te darão apoio nos projetos;
  • Profissionais comerciais: que irão desempenhar o papel de prospecção dos seus clientes;
  • Investidores: sócios que irão investir monetariamente no seu negócio;
  • Autoridades no assunto: pessoas que irão emprestar sua credibilidade no mercado para alavancar seu negócio;

Para evitar problemas, leve em conta a real necessidade de um sócio e, se optar por ter um, registre tudo em um contrato, estabelecendo o prazo, valores e condições da sociedade. Definir o papel de cada na empresa também é importante, impedindo desentendimentos.

 

Defina o público a ser atingido

Além disso, definir o público-alvo a quem você se dirigirá é fundamental. Para serviços de decoração ou arquitetura, geralmente, as classes médias e altas estão de acordo com a precificação praticada pelo mercado.

No entanto, encontrar um nicho específico, dentro dessas classes, é uma maneira de se especializar e focar os esforços dos serviços oferecidos. Por exemplo: focar em projetos comerciais, ou ainda em projetos para hotéis, ou residências de determinado bairro.

Aqui, é muito relevante você ter um Plano de Negócios muito bem definido. O Plano de negócios é um documento, escrito, que reúne as informações mais relevantes para a gestão e a comunicação de uma empresa.

 

Pesquise sobre o mercado de decoração na região de atuação...

Após definir seu público, realizar uma pesquisa a respeito de seu mercado é muito importante para o posicionamento do seu novo negócio. Entender quais são os principais concorrentes, estratégias que utilizam e precificação que praticam é essencial para você não ficar para trás. Saiba como descobrir essas informações:

  • Principais concorrentes: para encontrar seus principais concorrentes é muito simples: faça uma pesquisa no Google com termos como “Escritório de decoração + [Nome da cidade]”, “Arquitetos + [Nome da cidade]”. Analise os resultados e, através do portfólio de cada um, entenda quais estão mais alinhados ao seu nicho;
  • Estratégias que utilizam: pesquise seus concorrentes nas redes sociais, com certeza você encontrará muitas informações relevantes a respeito das estratégias que utilizam;
  • Precificação: agora é a hora de pegar o telefone e ligar para o concorrente. Se preciso, simule o interesse em algum projeto. Aqui, não é necessário saber valores exatos, mas é bom ter uma ideia aproximada.

… E, depois, defina sua faixa de preços

Agora que você já definiu seu público e pesquisou sobre o seu mercado, você já tem uma base para a definição dos preços que você irá praticar.

Claro, os preços irão variar de cliente a cliente e de projeto a projeto, no entanto, ter uma base é importante para manter a previsibilidade de lucro do seu negócio de decoração.

 

Não esqueça da parte legal

Agora é hora de cuidar da parte legal, para evitar problemas jurídicos ou administrativos. Existem algumas obrigatoriedades para quem quer atuar no ramo de decoração, e que são importantes de serem seguidos.

Infelizmente, profissionais de arquitetura e design de interiores não podem ser MEI (Microempreendedor individual), pois o limite de faturamento dessa categoria é de R$ 81 mil por ano, ou seja, menos de R$ 7 mil por mês e, geralmente, projetos de decoração são mais caros que isso.

No entanto, é recomendável que o profissional que queira abrir seu escritório saia da informalidade. Existem algumas opções de regime tributário para desenvolver seu trabalho decoração::

  • Simples Nacional: Aqui, empresas com receita bruta de até R$3,6 milhões por ano estão contempladas. Impostos como IRPJ, CSLL, ICMS (estadual) e ISS (municipal) estão nesta categoria. Juntos, eles variam entre 6% a 17,42% sobre o serviço. Os impostos são reunidos na guia: Documento de Arrecadação do Simples Nacional.
  • Lucro Real: Empresas com faturamento superior a R$ 3,6 milhões por ano podem adotar essa possibilidade. Os impostos, aqui, são menos simplificados que a opção anterior: IRPJ (15% a 25%), CSLL (9%), PIS (1,65% do faturamento, menos descontos), INSS (Caso a empresa tenha funcionários, deve-se pagar 11% do salário do empregado e 20% de INSS Patronal), COFINS (7,6%), ISS ( até 5% sobre o faturamento);
  • Lucro Presumido: Empresas com faturamento de até R$ 360 mil, os impostos, aqui, são: RPJ (4,8% a 8%), CSLL (2,88%), PIS (0,65%), COFINS (3%), ISS (5%), INSS (11% do salário de um funcionário e 20% de INSS Patronal);

Sair da informalidade é importante para gerar confiança em seu cliente e, também, conseguir emitir notas fiscais. Para isso, gerar um CNPJ na Receita Federal é necessário.

 

Escolha bons fornecedores

Após legalizar sua empresa, está na hora de se preparar para seus projetos. Uma coisa importante é escolher bons fornecedores para sua empresa. Na hora de escolher um, vale levar em conta algumas informações:

  • Tempo de mercado: Considere o tempo de mercado da empresa que você cogita para ser sua fornecedora. Quanto mais tradição, mais segurança;
  • Visão do mercado: Como a empresa é vista por outros profissionais do segmento?;
  • Relacionamento com profissionais da sua área: Como a empresa valoriza arquitetos e designers de interiores? Quais benefícios?;
  • Qualidade dos móveis: Qual a qualidade dos produtos de seu fornecedor? Seu cliente merece qualidade superior;
  • Valor entregue: Neste tópico falamos de valor, e não de preço. Preço é muito mais que valor. Muito mais do que um móvel caro, por exemplo, seu cliente deseja um móvel que valha o que custa. Busque fornecedores que entreguem Valor.

Você já conhece a Celmar? Ela é uma empresa de móveis planejados com mais de 60 anos de mercado, reconhecida por profissionais,e que valoriza seus parceiros. Os móveis contam com cinco anos de garantia e uma produção diferenciada.

Essas foram as dicas para você, profissional, que deseja abrir escritório de decoração. Arregace as mangas e inicie seu sonho.

Quer receber mais dicas para seu próprio negócio? Cadastre-se em nossa Newsletter.

 

Facebook: https://www.facebook.com/fabrica.celmar.moveis/

Instagram: https://www.instagram.com/celmarmoveis/

Pinterest: https://br.pinterest.com/celmaroficial/





Posts Relacionados


Conheça mais sobre nós - Quem Somos
Quem Somos
Com inicio em 1950, a Celmar é hoje uma referência entre as mais importantes indústrias do setor moveleiro. A qualidade dos seus produtos está associada a matéria-prima utilizada e a alta tecnologia dos equipamentos nacionais e importados, que resultam em produtos de ótimo acabamento e qualidade.

Ler mais

Receba notícias

Fique por dentro

Inscreva-se em nossa Newsletters




Estamos no Facebook!





Celmar
Desde 1950 realizando sonhos, a Celmar Móveis oferece a qualidade que você deseja com 5 anos de garantia, faça parte de nossa história e tradição.
- Celmar Móveis
Copyright © 2019 Todos os direitos reservados.